• Adriana Tanese Nogueira

Inteligência Espiritual: você tem?

Apesar das muitas igrejas, acho que não teve um tempo na história com tantas igrejas, cultos e denominações religiosas, vivemos, numa época de “anemia espiritual”. O afirma filósofo e teólogo de Barcelona Francesc Torralba Roselló em seu livro “Inteligencia Espiritual”. Segundo ele é essencial hoje estimular as novas gerações para uma educação integral, ou seja, atenta em perceber as muitas e complexas nuanças da existência, portanto o contrário do branco-preto, certo-errado, regra-desvio. Desta superação surgiria a inteligência espiritual.


Mas vamos ver como chegamos a ela.


Os primeiros testes de inteligências foram criados pelo psicólogo Binet na França no começo do século XX. Nos anos 40, David Wechsler se inspirou neles para elaborar as primeiras versões do famoso teste de QI (quociente intelectivo) baseado fundamentalmente em perguntas de natureza lógico-matemática.


Algumas décadas depois surgiu a inteligência artificial a qual, justamente no campo do cálculo e da execução de regras, se demonstrou infinitamente superior àquela humana. Foi então que se começou a pensar que a inteligência talvez não se resumisse a resolver problemas de lógica....


Em 1983, Howard Gardner lançou seu livro “Frames of Mind”, no qual expôs o conceito de “inteligência múltipla”, denunciando a visão anterior de inteligência como extremamente limitante e limitadora. A inteligência se complexifica e ganha volume e espessor. Eis que podemos ser inteligentes em uma coisa e burros na outra – e tudo bem.


Baseado nas inteligências interpessoal e intrapessoal de Gardner, Daniel Goleman desenvolve, uns anos depois, o conceito de “inteligência emocional”. Em sua teoria, a capacidade de estar conscientes de si e de ter autocontrole são as habilidades intrapessoais, enquanto que empatia e habilidades de relacionamento representam a dimensão interpessoal. Nessa teoria, Goleman contrapôs, como muito se fez em seguida, a inteligência lógica àquela emocional, o hemisfério esquerdo àquele direito do cérebro. Agora, a pergunta é: o que aconteceria se os dois funcionassem juntos, ao uníssono e em harmonia?


A resposta promissora e estimulante é que isso se geraria um “superprocesso” e uma nova inteligência por assim dizer seria despertada: a inteligência espiritual.


Richard Griffiths, psicólogo e coach em corporações, fala de uma “sincronização hemisférica” e assim da ativação do inteiro cérebro. Robert Emmons em seu “Spirituality&Intelligence” definiu as quatro componentes da inteligência espiritual: sentimento de transcendência, sentimento do sagrado, estados de consciência profundos e uso prático da espiritualidade.


A física teórica Danah Zohar expôs em seu “Spiritual Quotient”, os doze princípios da inteligência espiritual e no “Spiritual Capital” reconheceu a crise econômica dos nossos tempos como uma das mais graves crises espirituais da história e elaborou um teste para medir a inteligência espiritual o “SIQ”, ao qual seguiram muitos outros.


Victor Selman in “Spiritual Intelligence Quotient” propõe uma comparação esclarecedora: os computadores tem um altíssimo QI altíssimo porque seguem regras sem cometer qualquer erro. Os animais tem um elevadíssimo QE (quociente de inteligência emocional) porque tem um senso especial da situação, identificam sentimentos e emoções com uma precisão que nos deixa surpresos. Os humanos são inferiores a ambos. Porém, eles são os únicos capazes de fazer perguntas e de imaginar situações diferentes.


Yosi Amram, do Instituto de Psicologia Transpessonal de Palo Alto, Califórnia, fez uma pesquisa com 71 mestres de diferentes tradições espirituais e sintetizou seus achodos no livro “As sete dimensões da inteligencia espiritual”, que são: ouvir a consciência, sentimento do sagrado, sentimento de gratidão e comoção, busca do sentido dos eventos, elaboração/aceitação do negativo, sentimento de confiante abandono, saber se dar uma direção. Quem é capaz de praticar todas essas capacidades ao mesmo tempo pode ser dizer um “Einstein da espiritualidade”.


Agora você tem o caminho para se tornar um ser verdadeiramente espiritualizado!




Adriana Tanese Nogueira - Psicanalista, filósofa, life coach, terapeuta transpessoal, intérprete de sonhos, terapeuta Florais de Bach, autora, educadora perinatal, fundadora da ONG Amigas do Parto, do Instituto de ensino à distância Ser e Saber Consciente e do ConsciousnessBoca.com em Boca Raton, FL-USA. +1-561-3055321

0 visualização

Nota a alunos e interessados: Informamos que todas as mensagens recebidas via WhatsApp e e-mail serão respondidas dentro de 48 horas úteis. Mensagens recebidas no final de semana serão respondidas na segunda feira. Lembramos que o nosso horario de atendimento é de segunda a sexta das 9:00 às 19:00 de Brasília.

Desde já agradecemos pela compreensão.

 

Diretoria

Instituto InternacionalAella - Ser&Saber Consciente

AELLA - Instituto Internacional Ser&Saber Consciente

Empresa mantenedora: Consciousness Boca

Registration Number: G12000071316. Desde 17/07/2012

Endereço: 3200 N Federal Hwy 206-19. Boca Raton, FL 33431 - USA

Email: info@institutossc.com

Celular/WhatsApp: + 55 11 9 6020 7474 (Cláudia)

Responsável: Adriana Tanese Nogueira

  • YouTube - Black Circle
  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black