• Adriana Tanese Nogueira

LAR DOCE LAR….

Este é o momento de tornarmos nossas casas um lar! Lar é onde nos sentimos seguros e amados. A casa é aquele lugar de onde uma pessoa começa a sua jornada e, como disse Benjamin Franklin, “A força de uma nação deriva da integridade da casa.”

Como está a temperatura humana em sua casa nesses tempos em que a casa é o melhor lugar onde se ficar? Para muitos, a temperatura está subindo, a da mente e das emoções: está na hora de resolvermos algumas questões.

A primeira é a ansiedade e a inquietação: hora de praticar yoga, meditação, respiração consciente. É tempo de aprender a responsabilidade para conosco e, consequentemente, para com os que convivem conosco. Sem a cabeça no lugar não dá para superar nenhuma crise. Exercícios físicos caseiros ajudam, mas também quebra-cabeças, artesanato, jardinagem quando possível, dependendo da personalidade.

Mais do que nunca é importante praticar o ditado que a vida é agora. Do amanhã não temos certezas, nem sobre o bom nem sobre o ruim. Lembrem-se, “nem sobre o ruim”. Por isso, focar no presente numa postura de aceitação da realidade nos ajuda a navegar nesses momentos. “Aceitar a realidade” significa não cair na negação (que é infantil), nem do desespero (que é desequilíbrio) mas aceitar que algo assombroso e muito maior do que a gente está ocorrendo. Estamos transitando nesse tempo, passagem entre eras. Vamos manter a cabeça no lugar para entender o que a vida nos pede e assim alcançarmos a realidade renovada, que certamente um dia surgirá.

A segunda questão que emerge nas casas é de ordem emocional-relacional. A vida que levávamos nos mantinha num isolamento social disfarçado. Casais passavam a maior parte de seu tempo fora de casa e separados entre si e das crianças. Se as mulheres ficavam com as crianças, o homem agora deve estar se dando conta do que significa passar o dia com as crianças. Se ambos praticavam o antigo “distanciamento social” dessa nossa sociedade louca, agora estão cara a cara... E?

Surgem, ou melhor, ressurgem os nós que haviam sido jogados por baixo do tapete, supostamente esquecidos na correria diária. Desta quarentena, um casal ou sai mais unido ou separado. É a hora de se olhar nos olhos e conversar de verdade. O que tem a se fazer se não conversar de verdade uma vez que não há fuga?

Sugiro algumas técnicas a serem adotadas por quem quer de fato chegar a algum lugar:


· Dividir o(s) assunto(s) em tópicos e tratar um de cada vez.

· Associar uma “reclamação” genérica a um fato ou fala específicos.

· Não falar um em cima do outro. Dar o tempo ao outro para falar e só depois retrucar.

· Mantermos falas curtas porque, lembremo-nos: queremos resolver os problemas não flagelar a outra pessoa com discursos pretenciosos sobre a origem da vida e o universo desde sua criação!

· Que tal antes de responder ao outro repetir o que o outro disse para termos certeza de termos entendido direito?

· Concordar com esta pauta antes de começar e marcar sessões quantas vezes se desejar (até uma por dia) com horário certo para começar e terminar.

· A ordem faz bem ao coração e dá à mente esperança: precisamos de esperança!

Entre uma problemática e um questionamento interior é bom ler alguns livros de qualidade. Os livros são o antidoto à ignorância, que é a mãe de todos os males. Livros que nos abram a mente e nos permitam enxergar o mundo sob novos ângulos. Que tal “O Mundo de Sophia” e “A Viagem de Théo”?

Sábio é quem sabe parar quando é hora de parar e se mover quando é hora de se mover.

Adriana Tanese Nogueira - Psicanalista, filósofa, life coach, terapeuta transpessoal, intérprete de sonhos, terapeuta Florais de Bach, autora, educadora perinatal, fundadora da ONG Amigas do Parto (www.asmigasdoparto.org), do AELLA - Instituto Internacional Ser&Saber Consciente (www.institutossc.com) e do ConsciousnessBoca.com em Boca Raton, FL-USA. +1-561-3055321



21 visualizações

Nota a alunos e interessados: Informamos que todas as mensagens recebidas via WhatsApp e e-mail serão respondidas dentro de 48 horas úteis. Mensagens recebidas no final de semana serão respondidas na segunda feira. Lembramos que o nosso horario de atendimento é de segunda a sexta das 9:00 às 19:00 de Brasília.

Desde já agradecemos pela compreensão.

 

Diretoria

Instituto InternacionalAella - Ser&Saber Consciente

AELLA - Instituto Internacional Ser&Saber Consciente

Empresa mantenedora: Consciousness Boca

Registration Number: G12000071316. Desde 17/07/2012

Endereço: 3200 N Federal Hwy 206-19. Boca Raton, FL 33431 - USA

Email: info@institutossc.com

Celular/WhatsApp: + 55 11 9 6020 7474 (Cláudia)

Responsável: Adriana Tanese Nogueira

  • YouTube - Black Circle
  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black